Meio&Mensagem
Publicidade

As dores do crescimento

Pessoas dos mais variados meios e formações circularam, juntos, pelos corredores e painéis, abraçando cada vez mais o evento


29 de abril de 2019 - 15h06

Chegou ao fim mais uma Rio2C, ou, como às vezes ainda insisto em chamar, sem me dar totalmente conta que já se passaram mais de oito anos desde o primeiro que fui, o bom e velho RioContentMarket. Esse encontro que começou relativamente pequeno, tímido, para um mercado audiovisual em formação, mas onde fui me sentindo cada vez mais “em casa”, sendo provavelmente um dos primeiros compositores participantes do evento, que não era ainda a referência gigante do mercado de entretenimento e conteúdo do Brasil que se tornou.

É muito interessante ter acompanhado todo esse processo, crescendo junto, aprendendo cada vez mais, trocando mais e com cada vez mais e mais variados players, desde os mais tradicionais canais de TV e produtoras de cinema até as empresas jovens, de streaming e realidades virtuais, todos amigos e parceiros dos projetos nos quais atualmente estamos envolvidos. Essa semana vi muita gente dos mais variados meios e formações circulando juntos pelos corredores e painéis, o que é puramente o sinal do quanto o mercado e o evento têm se expandido, abraçando e incluindo cada vez mais pessoas, sejam físicas ou jurídicas.

Nosso mercado está na fase dos growing pains, as dores do crescimento, ou os problemas bons. Muita produção, muitos projetos, e o establishment, todo o sistema governamental no entorno, com Ancine, BNDES e Film Comissions, tem que conseguir acompanhar esse movimento. Precisamos passar por essa fase de rebentação para poder chegar ao estágio de podermos vir a ser uma indústria do entretenimento audiovisual, como vemos nos Estados Unidos e na Europa.

Temos muito chão e muita emoção até chegarmos lá, mas temos muito talento, muita garra, gente muito forte e apta, e estamos aprendendo a nos coordenar (muito bacana ver movimentos como o Selo Elas falando, e acima de tudo, fazendo esse tipo de coisa). Nossa criatividade e aptidão natural para a inovação nos ajuda a ter os mecanismos necessários para podermos passar por essa fase e transformar a realidade de todo o mercado, com projetos como os de Blockchain que foram apresentados no evento.

O Rio2C é, então, um imenso e incrível termômetro, ou um radar, indicando a temperatura ambiente, ou talvez as condições ideais para podermos alçar voo cada vez mais alto, mas também com segurança e confiabilidade, rumo a um futuro melhor para todos.

Muito obrigado Rio2C.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • 100DiasdeInovação

  • Rio2CnoMM

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio